6 de março de 2018

Vereadores abrem CPI para investigar "farra" no abastecimento de veículos da prefeitura de Cristianópolis



A Câmara de Vereadores de Cristianópolis instaurou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar possíveis irregularidades no abastecimento da frota da prefeitura.

O assunto começou a ser discutido na Casa há três meses, após denúncia de uma ambulância que estaria parada em uma oficina no município de Bela Vista de Goiás desde outubro de 2015 e continuou sendo abastecida até janeiro do ano passado.

A denúncia acolhida pelo vereador Marcos Machado (MDB) chegou até a Câmara em dezembro. Naquele mês, ele propôs a abertura da CPI, que foi negada pelos vereadores da base governista (maioria na Câmara). Só agora, por meio de liminar amparada na Lei Orgânica do município, a CPI pode ser instaurada.

Como vai funcionar

A CPI tem como presidente o vereador Marcos Machado (MDB). O relator [responsável pelo parecer final da CPI] será o vereador José Carlos Dias (PSDB). O vereador Andre Zakhia (PT) integra a Comissão como membro.

A partir de agora, os vereadores iniciam o processo de investigação que vai apontar a procedência, ou não, das supostas irregularidades. Eles têm amplos poderes para convocar autoridades para prestar depoimento, inquirir testemunhas, decretar quebra de sigilos bancários e telefones, entre outras possibilidades.

Concluídos os trabalhos, a CPI encaminhará o relatório à mesa diretora da Câmara para que os vereadores tomem conhecimento e as devidas providências [como o encaminhamento ao Ministério Público, por exemplo].


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Institucional

Receba em seu e-mail