13 de janeiro de 2018

Lago de Bela Vista de Goiás seca após rompimento de barragem



Um dos principais cartões-postais de Bela Vista de Goiás, o Lago Sussuapara, está praticamente irreconhecível. As imagens são chocantes e assustam ainda mais quem passa pela Avenida Gilson de Souza, principal rua da cidade.

A situação é crítica e preocupa as autoridades locais e a população. É a segunda vez que a barragem do lago tem um princípio de rompimento obrigando a abertura das comportas e causando a diminuição temporária na vazão de água. A ruptura aconteceu no mesmo local já reparado há cinco anos atrás.


Segundo o secretário do Meio Ambiente, Arthur Fernandes, o engenheiro responsável pela obra do lago (construído na gestão passada) já foi notificado e demonstrou interesse em colaborar com os reparos. "Nos próximos cinco dias, o engenheiro responsável pela obra do lago se reunirá conosco e com os engenheiros da prefeitura para refazer os cálculos e explicar como foi feito o primeiro reparo. O próximo passo será identificar os responsáveis e concluir os estudos técnicos", explicou.

Arthur reiterou que será necessário aguardar o período chuvoso para iniciar, de fato, as obras no Lago. Até lá, parte da pista de caminhada ficará fechada para garantir a segurança de quem circula pelo local. "Acreditamos que até o final deste mês e com uma possível estiagem, possamos traçar um cronograma de obras". De acordo com o secretário, não há risco de assoreamento. "Não há essa possibilidade porque não existem danos ambientais, apenas estruturais.

A dona de casa Maria Aldenora da Silva caminha diariamente no Lago Sussuapara. Ela lamentou o episódio e disse que espera ver o cartão-postal como antes, o mais rápido possível. "Ver o lago assim é de cortar o coração. Meu desejo é que a gente possa ver as águas voltarem ao normal o quanto antes, encantando nossos finais de tarde e alegrando quem passa por aqui", confia ela.


Fotos: Rafael Ceciliano / Folha de Cristianópolis

Um comentário:

  1. Vão tapar o buraco para daqui uns 2 anos romper de novo. A barragem foi muito mal feita, para resolver tinha que refazer toda barragem principal. Enquanto isso, gastam R$ 700.000,00 reais para trocar a calçada da câmara de vereadores; o próximo local a romper, e o telhado do hospital de Bela Vista, tem mais buracos que um queijo, aliás, está difícil saber o que tem mais buracos, o lago, o telhado do hospital, as ruas de Bela Vista ou uma peneira.

    ResponderExcluir

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail