26 de janeiro de 2018

Engenheiro responsável por obra no Lago de Bela Vista deve entregar projeto de reparação até segunda-feira, 29



A prefeitura de Bela Vista de Goiás divulgou nesta sexta-feira, 26, novidades sobre o rompimento da barragem do Lago Sussuapara. De acordo com nota emitida pela prefeitura, o engenheiro responsável pelo projeto do lago na gestão anterior deve entregar até a próxima segunda-feira, 29, o projeto de reparação do lago.

"Por se tratar de um problema estrutural, de responsabilidade do engenheiro projetista, a prefeitura é obrigada a aguardar o prazo solicitado, para depois tomar providências cabíveis. A atual administração está empenhada em restabelecer, com agilidade e segurança, o cartão postal da cidade, para que a população volte a desfrutar desse ambiente de lazer", informou a prefeita Nárcia Kelly (PTB).

De acordo com a lei 5.194/66, alterações de projeto ou plano original só podem ser feitas pelo profissional que o tenha elaborado, por isso, a prefeitura notificou o engenheiro autor do projeto dando a ele e à empresa responsável pela execução da obra, prazo para prestarem esclarecimentos. “Quero oferecer uma solução rápida, que tenha respaldo técnico e legal. Em casos como estes, precisamos ser cautelosos para evitar erros”, esclareceu a prefeita.

O caso

No dia 7 de janeiro, um redemoinho próximo à comporta de segurança do lago indicou um rompimento parcial da barragem. Para não comprometer a estrutura da ponte na Avenida Gilson de Souza e o rompimento total do concreto, a prefeitura abriu as comportas e o local foi parcialmente interditado.

É a segunda vez que o Lago Sussuapara sofre um rompimento de barragem. No ano de 2012, a obra passou por intervenção pelo mesmo motivo. Segundo a prefeitura, aquela ocasião pode ter sido determinante para a réplica. "Isso pode ter ocorrido porque a força de empuxo que a água exerce sobre a barragem, que antes era distribuída em todo paramento, passou a ser pontual, devido à intervenção realizada anteriormente", diz a nota emitida pelo poder executivo.

Foto: Rafael Ceciliano / Folha de Cristianópolis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Institucional

Receba em seu e-mail