16 de outubro de 2017

Cristianópolis vive dia tenso e suspeitos de roubo a banco são presos



Tinha tudo pra ser uma segunda-feira tranquila. Só que não. Com a temperatura batendo a casa dos 40º C, Cristianópolis também teve um dia quente no que se refere à segurança pública. Por volta do meio-dia, três homens armados renderam os funcionários do posto de atendimento do Sicoob, que fica na Avenida Goiás, próximo à Praça da Paróquia e roubaram dinheiro, além de destruir o local. É a segunda vez que o banco é assaltado em menos de três meses.

De acordo com testemunhas, os criminosos efetuaram disparos dentro da agência, quebraram vidros, mandaram clientes e funcionários se deitarem no chão e ordenaram a abertura do cofre. Em questão de minutos, o trio fugiu levando todo o dinheiro que não foi divulgado oficialmente pelo banco. A PM calcula que a quantia levada está estimada em R$4,5 mil.

Equipes do Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Goiás (PMGO) deslocaram para a cidade imediatamente para colaborar na ocorrência. Eles conseguiram localizar os suspeitos em dois endereços diferentes, na cidade e na zona rural. Equipes do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Comando de Operações de Divisa (COD) e policiais de Bela Vista de Goiás também foram acionados na ocorrência.

Pedro Pires de Lima Neto (26 anos) e Mikael Allen Alves Pereira (22 anos) foram presos. O primeiro estava com duas espingardas, calibre 16 e 28;  um revólver calibre 38 e R$ 4.820,00, em dinheiro. O segundo confessou o crime para a polícia. Ele teria repassado aos demais informações sobre o movimento no banco.

Também foram apreendidas luvas, munições e uma marreta que, segundo a polícia, estava suja de sangue. "Ela foi utilizada pelos assaltantes para quebrar a porta de vidro do banco", informou o major Batista, responsável pela operação.

Outros três suspeitos de participarem do crime também foram identificados. Ricardo Paixão de Lima, semiaberto de Santa Cruz de Goiás e José Luiz de Paula Martins, conhecido como Magrelo foram presos. Um menor também foi apreendido. O veículo utilizado no crime foi abandonado na saída da cidade.







Crédito das fotos: Divulgação/PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail