4 de agosto de 2017

9 coisas que só quem nasceu em Cristianópolis nos anos 90 fez


Ahh.... Os Anos 90... Quem nasceu nessa época e hoje tem seus 20 e poucos anos sabe como foi bom! A internet, que era discada, mal tinha chegado em Cristianópolis ainda, por isso, as diversões das crianças e as "rebeldias" dos adolescentes eram bem mais saudáveis.

Quem nasceu nos anos 90 em Cristianópolis viu uma cidadezinha, ainda menor do que já é, crescer um pouquinho, mas mesmo assim não perder sua aura de cidade do interior.

Pra lembrar essa década maravilhosa no município, listamos nove coisas que só quem nasceu nos anos 90 em Cristianópolis fez. Tudo bem que algumas coisas aqui, o pessoal dos Anos 80 também fez, mas pra galera de 90, tudo aqui foi inesquecível!

Vem rir um pouco e fazer uma viagem no tempo com a gente! ;-)

--

9 COISAS QUE SÓ QUEM NASCEU EM CRISTIANÓPOLIS NOS ANOS 90 FEZ

9 - Deu altos pegas na Praça da Igreja Católica

As noites e as madrugadas vividas na Praça da Igreja Católica nos anos 90 eram surreais na adolescência. Principalmente aos finais de semana e em dias de festa no Centro de Convenções. Quem nunca ficou com o/a crush nos bancos da praça, bem ali embaixo dos flamboyants, que atire a primeira pedra!


8 - Dançou quadrilha na Festa de Julho

Por falar em Praça da Igreja Católica, bem ali acontecia todos os anos, no mês de Julho, a tradicional Festa de São Francisco de Assis, conhecida popularmente como 'Festa da Igreja'. Realizada no Salão Paroquial, tinha barraca, bebida (Birinight e Keep Cooler, de preferência), show ao vivo e a melhor quadrilha de todas. Hashtag saudades. (#saudades)


7 - Brincou de bete na Praça da Sucupira

A infância no interior é sempre melhor que em qualquer outro lugar. Em Cristianópolis, não foi diferente. A Praça da Sucupira sempre foi conhecida por ser a melhor praça da cidade para reunir a galera nos finais de tarde. Ali rolava partidas de bete na rua do meio, bandeirinha, cabaninha de galhos de árvore e muito mais... Isso sim foi infância... Ti no de, ti no de, ti no de...


6 - Saiu da escola correndo pra assistir Dragon Ball Z

Quem nunca? Seja da Escola Municipal Sérgio César Machado ou do Colégio Estadual José Pereira Faustino, quem nasceu nos anos 90, não aguentava esperar o sino tocar às 11h pra correr pra casa e assistir Dragon Ball Z. Aliás, os melhores desenhos passaram nos anos 90. Doug, Pokémon, Cavaleiros do Zodíaco, Digimon e Cavalo de Fogo eram os preferidos!

5 - Se machucou na fonte de água da Praça Central que NUNCA funcionou


Dizem por aí que a fonte de água instalada na antiga Praça Arantes Brandão só funcionou no dia da inauguração, HAHAHA. Depois, por mais de 20 anos, ela ficou abandonada e esquecida servindo apenas para uma coisa: se cortar nos pequenos pedaços de vidro verde que compunham sua estrutura. Anos mais tarde, ela foi preenchida por terra e, hoje, retirada completamente com a reforma.


4 - Viu leão pela primeira vez no circo da Praça da Rodoviária



As apresentações circenses dos anos 90 eram mágicas, principalmente para nós, moradores de Cristianópolis, que víamos circo uma vez na vida e outra na morte. Só quem nasceu nos anos 90 conheceu o pessoal do circo e quis ir embora com eles. Uma coisa hoje não tem mais: apresentação dos domadores de leão. Mas nós vimos e ainda vigiávamos os cachorros e os gatos para... Melhor não comentar, né...


3 - Brincou de vôlei no quadrado

Mania geral dos jovens dos anos 90 era um 'voleizinho' no quadrado antes ou depois da Educação Física. Pra quem não conhece, o quadrado é uma espécie de miniquadra poliesportiva, que existe até hoje e fica na Praça da Igreja Católica.


2 - Deu cavalo de pau no Campo de Aviação

Sim! Cristianópolis tem Aeroporto! Mas como não desce nenhum avião por lá, a pista [que ainda por cima não é asfaltada] só servia pra uma coisa nos Anos 90: cavalo de pau. Naquela época, o Setor Floresta e o Setor dos Lagos não existiam, por isso, a sensação de rally no meio do nada era mais emocionante ainda!


1 - Deu uma voltinha na DKV do Edival Cabeça Branca



Quando o som do motor do fusca, da DKV, mais barulhenta da cidade ecoava, era só festa! Saía menino de todos os cantos pra dar uma voltinha. A 'peidorreira', como era conhecida, era uma DKV 1961, uma verdadeira relíquia do Senhor Edival 'Cabeça Branca' e que, hoje, é guardada há sete chaves.

Ahh... Os Anos 90... Esquecemos alguma coisa? Acrescenta aí nos comentários! =)

Um comentário:

  1. MELHOR DO QUE ISSO ERA IR NA USINA OU NA REPRESINHA DO CHIQUIM ALVES PARA APRENDER A NADAR KKKKK

    ResponderExcluir

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail