14 de setembro de 2016

Prefeito de Aparecida é o terceiro mais bem avaliado do país



Pesquisa Rádio 730 AM/Grupom divulgada nesta segunda-feira,12, aponta que a maioria da população aprova a gestão do prefeito Maguito Vilela (PMDB). O sentimento positivo em relação ao gestor chega a 69,6% após sete anos e oito meses de governo à frente da Prefeitura de Aparecida. Em algumas regiões, a aprovação do prefeito chega a 74,8%.

Em relação a administração, de forma geral, 67,5% aprova a gestão municipal. Apenas 27,1% desaprovam e 5,5% não opinaram. Quando questionados sobre qual conceito dão à administração, 63,2% dos entrevistados consideram a atual gestão ótima ou boa. Os conceitos péssimo e ruim, somaram apenas 22,3% e 14,5% dos entrevistados deram conceito regular à administração municipal.

"Sei que hoje o país atravessa um clima político muito difícil, administrativamente não está fácil para nenhuma prefeitura do país. Então, quando eu vejo uma aprovação tão boa quanto essa, que me coloca entre os melhores administradores do país, tanto das capitais quanto das grandes cidades, é um motivo de orgulho. Porque é um trabalho que temos feito em equipe e a favor dessa cidade. Esse é o melhor reconhecimento que podemos ter”, destaca o prefeito Maguito Vilela.

A avaliação pessoal de Maguito foi majoritariamente positiva, somando 69,6%. Desse total, 36,1% dos moradores afirmaram estar totalmente satisfeitos com o prefeito, 15,0% disseram confiar nele e 18,5% compreendem sua atuação. Apenas 4,8% dos ouvidos rejeitam a figura do gestor, 16,2% afirmam estar decepcionados e 9,5% dizem desconfiar, somando um índice negativo final de apenas 30,5%. Em agosto, pesquisa Instituto Paraná/Record também revelou que 70% aprovam a gestão do prefeito Maguito Vilela.

De forma espontânea, quando o entrevistador solicita a atribuição de notas, entre 1 e 10 pontos, para a atual administração de Aparecida de Goiânia, 59,4% dos entrevistados atribuíram nota final acima de 7 pontos, chegando a 10 pontos na opinição de 14,5% dos moradores ouvidos. A média final das notas de todos os entrevistados foi 6,5 pontos.

Se Aparecida fosse capital, Maguito seria o terceiro mais bem avaliado do país

A amostragem deixa claro que a administração municipal de Aparecida é bem avaliada e aprovada pela população da cidade. Comparada ao ranking dos prefeitos de capitais brasileiras divulgado pelo Ibope, no dia 8 de setembro, Maguito Vilela seria o terceiro prefeito mais bem avaliado do país, se Aparecida fosse uma capital.

O objetivo do ranking foi avaliar a aprovação dos 20 prefeitos de capitais que concorrem à reeleição em 2016 e analisar quais teriam maior probabilidade de se reeleger em primeiro turno, se as eleições municipais fossem neste momento. O resultado indicou quatro prefeitos com gestão aprovada pela imensa maioria da população e rejeitados por no máximo um quarto dos eleitores, um índice muito baixo em relação aos demais.

São eles: Teresa Surita (PMDB – Boa Vista), cuja avaliação postiva (boa ou ótima), ficou em 73%. Em segundo, vem ACM Neto (DEM – Salvador), com índice positivo de 72%. Ele é seguido por Marcus Alexandre (PT – Rio Branco), com 62% de aprovação da administração e Luciano Cartaxo (PSD – João Pessoa), com 45% de avaliação positiva, entre ótima ou boa. Esses gestores estão na cabeça do eleitor, que indica seu nome antes mesmo de ser apresentado na lista de candidatos pelo pesquisador.

Seguindo esse mesmo padrão, e com uma administração avaliada entre ótima e boa por 63,2% da população de Aparecida, Maguito Vilela figuraria em terceiro lugar nesse grupo seleto se o município também fosse uma capital, tendo em vista que teve a administração melhor avaliada que as de Rio Branco e João Pessoa.

“Aparecida está sendo vista, não só por essa pesquisa mas por muitas outras, como uma cidade que está no caminho correto. E eu espero que a população reflita sobre isso para que a nossa cidade possa seguir avançando e se consolidar, num futuro bem próximo, entre as melhores cidades para se viver no interior do Brasil”, reitera Maguito Vilela.

Entre os dias 3 e 6 de setembro, o instituto de pesquisa ouviu 421 pessoas, com idade acima de 16 anos, em todas as regiões da cidade. O objetivo foi avaliar junto à população os aspectos político-administrativos na cidade. A margem de erro estipulada foi de 4,78%, para mais ou para menos.

A aprovação do gestor e de sua administração revelada pelos institutos de pesquisas são atestadas pelo Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) edição 2016 que apontou a Prefeitura de Aparecida em 20° lugar em gestão fiscal de excelência. Apenas 0,5% das prefeituras do país receberam a nota máxima e o conceito de gestão de excelência.

Fonte: Prefeitura de Aparecida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail