9 de março de 2016

Filho reencontra pai que não via há 35 anos por meio de reportagem da Folha de Cristianópolis



Esta história começa lá atrás em setembro de 2014... Naquele mês, o vigilante Denosival da Rocha Lago (Sinval, como é conhecido em Cristianópolis) encontrou uma carteira na rua. Não pensou duas vezes. Devolveu ao dono, que o recompensou com R$50. Com o dinheiro, ele jogou na loteria e faturou quase R$4 mil. Na época, isso foi notícia na Folha de Cristianópolis, mas o que ninguém imaginava, é que essa história só estava começando...

Quase dois anos depois, um morador de Santo André, em São Paulo, chamado José Marcos Miranda Lago, encontrou a notícia em nosso site e, por meio de um comentário e de uma troca de e-mails, descobriu que o protagonista da história era o seu pai que ele não via há mais de 35 anos.

Com a ajuda de amigos e conhecidos de Sinval, a Folha de Cristianópolis confirmou a veracidade da informação, como conta a empresária Kilia de Paula, que colaborou com esta reportagem. "Eu fui logo perguntando pra ele se ele tinha contato com todos os filhos. Ele disse que não. Que tinha alguns filhos que há muito tempo não tinha notícia nenhuma. Falei então da possibilidade que existia de ele ser o pai desse rapaz. O Marcos Miranda Lago. Ele disse: 'Nossa, só pode ser o meu filho Marcos'".

Segundo ela, ao falar do e-mail de José Marcos, para Sinval, a reação não foi outra: choro, agradecimento e muita emoção. "Quando eu afirmei que era o filho dele, ele segurou minha mão, ele me agradecia, chorava como criança de saber que o filho não tinha esquecido dele. Foi uma emoção que não tem como descrever. Foi a coisa mais linda que aconteceu na minha vida", diz a empresária.

Depois da confirmação, a equipe de reportagem entrou em contato com o filho, no município de Santo André (SP) e o reencontro começou. José Marcos ligou no mesmo dia para o pai e gravou o momento emocionante. Confira o vídeo abaixo. "Eu só tenho a agradecer  pela ajuda prestada. Agora só falta eu encontrar meu pai pessoalmente, dar um longo abraço e colocar parte do assunto em dia", afirma.

Sinval agradeceu a equipe da Folha de Cristianópolis por promover a troca de contatos e desabafou: "Algumas pessoas pensam que eu não tenho ninguém , que ninguém gosta de mim e agora eu posso afirmar que ele nunca esqueceu de mim. Eu nunca fui o pai que eu deveria ter sido, mas com certeza a mãe deve ter falado bem de mim senão ele não teria me procurado", relata.

Para o filho, este ano, o mês de agosto vai ser outro. "Para mim este ano o dia dos pais com certeza será diferente, apesar de acreditar que temos de valorizar as pessoas cada dia, nessa data a dor de não  saber sobre ele doía demais. Muito obrigado".


Crédito da foto: Divulgação / Folha de Cristianópolis


Filho reencontra pai em Cristianópolis após 35 anos
Você se lembra daquele senhor que encontrou uma carteira na rua e ganhou na loteria com o dinheiro da recompensa? Isso foi lá em 2014 e foi notícia na Folha de Cristianópolis.Acha que a história acabou por aí? Você nem imagina o que aconteceu no último dia 3 de março... Assista o vídeo e emocione-se! ❤:'( Confira a reportagem completa no site: http://bit.ly/1M6HnAn--AGRADECIMENTOS:Kilia de Paula Lindomar Gonçalves Auto Posto Entre Trevos
Publicado por Folha de Cristianópolis em Quarta, 9 de março de 2016

Um comentário:

  1. O SR. Sinval me pediu pra agradecer a vc Rafael ... ele não tem nem palavras tatinho . Ogrigada por tudo !

    ResponderExcluir

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail