4 de março de 2016

Após ação de cobrança, CELG deposita mais de R$800 mil nos cofres da prefeitura




Quase nove anos depois de a prefeitura de Cristianópolis entrar com processo de cobrança contra a CELG, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) finalizou o processo e obrigou a empresa a depositar R$832.382,05 nas contas do Poder Executivo. O processo se refere à descontos que a CELG teria feito indevidamente à Prefeitura de Cristianópolis.

O depósito do montante foi confirmado pela Assessoria Jurídica da prefeitura por meio da advogada Quezia Ferreira Batista. “Os cristianopolinos serão beneficiados com recursos oriundos da ação de cobrança ajuizada pelo Município de Cristianópolis em face da Celg- Centrais Energéticas de Goiás, os quais foram creditados recentemente na conta bancária do ente municipal”.

Segundo a advogada, foi feito um grande trabalho para a conquista deste benefício. “Continuaremos lutando incessantemente para que os valores remanescentes que o Município ainda tem a receber possam o mais rápido possível ser liberado e com ele a população possa ser contemplada com importantes obras”, destacou.

Histórico – O processo foi aberto em 23 de março de 2007, na gestão do ex-prefeito Iris Aurélio Borges Dias (PSDB). Foi ele quem divulgou em suas redes sociais o resultado da ação que classificou como “grande vitória para o município”.

“Fico muito feliz de ter sido creditado esse montante que, para qualquer prefeitura, é uma grande ajuda. Com certeza os vereadores, secretários e o prefeito saberão utilizar esse recurso em prol de melhorias para o nosso povo e nossa cidade”, afirmou.

A divulgação resultou em intenso debate político entre o ex-prefeito e a assessoria jurídica do atual governo que afirmou ser responsável pelo andamento do processo e sua finalização.

Segundo a advogada Quezia, “os recursos foram conseguidos graças ao esforço concentrado da atual administração e sua assessoria jurídica, pois, por meio de intensa batalha judicial, com impugnações e recursos junto ao Egrégio Tribunal de Justiça, vez que o anterior advogado que assistia o Município apresentou pedido de desistência da ação e, cujo processo seria levado ao arquivo, foi possível reverter tal situação”.

O ex-prefeito Íris Aurélio rebateu a assessoria da atual administração e, mesmo parabenizando a atual advogada, disse que o resultado é mérito de todos os envolvidos no processo. “Drª. Quezia Ferreira Batista, certamente a senhora atuou no processo, mas (...) quero também expressar os agradecimentos aos nobres advogados que atuaram nesse processo, além do Dr. Jamar Correia Camargo, Dr. Alex, também o saudoso Dr. Celso Inocêncio de Oliveira Júnior que era o advogado de causas gerais da prefeitura”.

Após a repercussão, moradores do município comemoraram o resultado do processo. O gabinete do prefeito Jairinho (PSDB), por meio da página oficial da Prefeitura de Cristianópolis disse que prepara nota para se pronunciar sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail