5 de outubro de 2015

Obras do Posto de Saúde continuam atrasadas


Unidade Básica de Saúde já está com um ano e três meses em reforma.
Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que entregaria em agosto. (Foto: Nádia Magalhães)

Mais de 90 dias depois da última matéria realizada sobre o prazo para entrega do Posto de Saúde de Cristianópolis, a situação continua a mesma.

A primeira previsão para entrega do local de atendimento à população era junho de 2014. Após um ano sem o cumprimento da promessa, a reportagem da Folha de Cristianópolis entrou em contato com a secretária municipal de saúde, Leandra Cristina Oliveira Pereira, que na ocasião afirmou que a reforma seria concluída em 30 dias. Naquela data: em agosto.

“Posso dizer que o Posto de Saúde estará plenamente reformado daqui 30 dias, e o atendimento que acontece na sala ao lado da Câmara voltará a ocorrer no Posto de Saúde, mas quanto a inauguração da UBS, ainda não foi definida a data”, declarou naquele mês, a titular da pasta.

Faltando apenas três meses para o fim do ano, os moradores da cidade de Cristianópolis ainda aguardam o cumprimento do compromisso feito pela prefeitura, por meio da secretaria de saúde. 

Em novo contato da reportagem com a secretária de saúde de Cristianópolis, Leandra Cristina, a titular da pasta afirmou que não poderia falar no momento. “Estou com visita em casa, não posso falar agora, me ligue depois”, finalizou.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) faz atendimentos essenciais para a população, em especial aquelas que não têm condições de arcar com planos de saúde, em serviços como vacinação, farmácia e tratamento odontológico.

Segundo o Ministério da Saúde, as UBS’s são locais onde demais atendimentos básicos e gratuitos, como Pe diatria, Ginecologia, Clínica Geral e Enfermagem também são efetuados.

De acordo com o Departamento de Atenção Básica (DAB), que integra o Ministério da Saúde, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) são o local prioritário de atuação das equipes de Atenção Básica (eAB).

Desse modo, desenvolve-se uma Atenção Básica à Saúde com alto grau de descentralização e profunda capilaridade no território nacional, o que a deixa sempre mais próxima ao cotidiano das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail