9 de setembro de 2014

Vigilante devolve carteira encontrada na rua e ganha na Loteria com dinheiro da recompensa


Com o distanciamento das pessoas e questões como ética e convivência se tornando obsoletas, algumas atitudes chamam atenção como a que aconteceu recentemente em Cristianópolis.

Um cidadão comum no trajeto para o trabalho se depara com uma carteira de bolso caída na rua. Pra ser exato, na Avenida Goiás, Centro, próximo ao Lago Municipal. A primeira ação: perguntar aos comerciantes próximos se alguém havia procurado a carteira por ali e, se não, deixar avisado que tinha encontrado uma.

O fato aconteceu com o senhor Denosival da Rocha Lago (Sinval), 65 anos, vigilante do Rodoshopping Entre Trevos. Sem tempo para procurar o dono, ele pediu aos comerciantes que caso aparecesse, procurasse-o no seu local de trabalho. Chegando ao serviço, abriu a carteira em busca de informações sobre o dono e nela estavam documentos de um conhecido e aproximadamente R$1.800,00 em dinheiro. “A única coisa que eu queria era devolver tudo para o verdadeiro dono e eu encontrei”, conta Sinval.

O dono da carteira era João Pimenta, morador do município. Comovido com a honestidade de Sinval, quase inimaginável, ele ofereceu uma recompensa simbólica de R$50. Depois de muito insistir, o senhor Sinval aceitou e sem ter o que fazer com o dinheiro apostou na sorte. E não é que a sorte estava com ele? Jogou na Quina, na Casa Lotérica do município e, no mesmo dia de todo o ocorrido, fez a quadra do jogo e faturou R$ 4.912,00.

A história é inusitada e merece ser contada para que sirva de exemplo... Ninguém nunca perde por ser honesto, ao contrário, triplica os ganhos.

Um comentário:

  1. Esse senhor,denocival rocha lago é mau pai. O qual eu não veja a mais de 35 anos fiquei orgulhoso de ler tal notícia. Meu contato é j.marcos.1973@hotmail.com se tiver como me ajudar a contatalo.

    ResponderExcluir

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Publicidade

Institucional

Receba em seu e-mail